Principais Indicadores Financeiros Consolidados

A Brisa considera a eficiência operacional e o desempenho económico, como um dos pilares da sua gestão.

Resultados 2021

EM 2021, OS RESULTADOS OPERACIONAIS DA BRISA CONTINUARAM A SER AFETADOS PELA PANDEMIA DA COVID-19. APESAR DA RECUPERAÇÃO DE 15,7% NO ANO, O TRÁFEGO NA REDE BCR AINDA SE ENCONTRAVA CERCA DE 13% ABAIXO DOS NÍVEIS PRÉ-PANDEMIA

O início de 2021 ficou marcado por um novo “Estado de Emergência” decretado pelo Governo, com o consequente condicionamento na circulação de pessoas e no livre exercício de atividades económicas. Contudo, ao longo do ano, e não obstante a continuidade de algumas das medidas restritivas impostas pelo Governo ou o reforço pontual das mesmas em ocasiões especiais (como o período natalício), foi-se observando um gradual desconfinamento à medida que o processo de vacinação avançou, com o consequente impacto positivo na economia.

O ano ficou caracterizado pela definição de um novo plano estratégico focado, entre outros, na manutenção da resiliência operacional. Desta forma, continuou-se a implementar medidas de otimização e racionalização da estrutura de custos, as quais possibilitaram um decréscimo dos custos operacionais. Neste contexto particularmente desafiante e tendo presente a incerteza sobre a evolução da pandemia, a Brisa manteve-se fiel à sua orientação estratégica focada na gestão eficiente das infraestruturas rodoviárias concessionadas, nos serviços de mobilidade e tecnologia, no cliente e na sustentabilidade do negócio.

Os proveitos operacionais da Brisa ascenderam a €721,0M, registando um aumento de 15,5% face a 2020. Apesar do crescimento verificado, o desempenho dos proveitos operacionais foi ainda reflexo do contexto pandémico, ficando aquém dos níveis pré-pandemia. A recuperação da atividade associada ao controlo rigoroso dos custos permitiu que o EBITDA atingisse os €532,2M, registando um crescimento de €98M face a 2020. A margem EBITDA aumentou 4,3 p.p. para os 73,8%. O resultado líquido recuperou relativamente a 2020, situando-se nos €190,6M.

 

Investimento

A melhoria contínua dos serviços prestados, garantindo a manutenção do elevado nível de conforto e de segurança de quem viaja nas autoestradas é uma preocupação constante da Brisa. Em 2021 o investimento realizado na rede BCR totalizou €41,6M, tendo ainda sido investidos €13,2M com o objetivo de assegurar a inovação permanente e a adaptação aos novos desafios nas áreas de mobilidade e tecnologia.

 

Indicadores Financeiros 

 
 
Principais Indicadores de Desempenho (M€) 2019 2020  2021 
Proveitos Operacionais 781,3 624,1 721,0
Receitas de Portagem 622,7 475,3 548,8
EBITDA 1 577,1 434,2 532,2
Margem EBITDA 1 73,9% 69,6% 73,8%
EBIT 2 315,1 262,8 370,8
Margem EBIT 2 40,3% 42,1% 51,4%
Resultado Líquido    152,0 126,0 190,6
Dívida Financeira Líquida 3 1 685,4 1 525,8 1455,7
Dívida Financeira Líquida 3 / EBITDA 1 2,9x 3,5x 2,8x
EBITDA / Encargos Financeiros    9,5x 7,8x 11,1x

(1) Resultado operacional corrigido de Provisões, Amortizações, Depreciações, Ajustamentos e Reversões.

(2) Resultados antes de Ganhos e Perdas financeiras e impostos.

(3) Dívida nominal deduzida de caixa e equivalentes